• Até mesmo nos dias de hoje, milhares de crianças e jovens ainda não possuem acesso à tecnologia e à educação de que precisam. Isso não afeta somente o futuro delas. Afeta a todos nós: limita o poder coletivo do mundo e o progresso humano. 

       

      O programa de aprendizado para jovens da Dell deseja mudar isso. Nós trabalhamos com 49 organizações sem fins lucrativos em 15 países. Como parte do nosso plano Legacy of Good, nós oferecemos fundos, voluntários e a nossa mais recente tecnologia a essas organizações e aos jovens que elas atendem.

    • Como nossos programas de aprendizado para jovens ajudam a transformar vidas.

      Desde 2013, a Dell e suas parcerias sem fins lucrativos ajudaram mais de 2 milhões de jovens ao redor do mundo. Aqui, cinco crianças que estamos ajudando a ter a vida transformada compartilham suas histórias com suas próprias palavras.

      • Nosiviwe, 14

        África do Sul

        Futura contadora

         

        "Eu moro em um município na Cidade do Cabo. Enfrento muitos desafios como estudante, principalmente quando estou tentando estudar. A família que mora com a gente ouve música alta. Há muitos shebeens (lojas ilegais de bebidas alcoólicas) no bairro, então as outras crianças e eu vemos muita violência e abuso de substâncias.

         

        "Vir para a Christel House foi uma benção. Ela oferece educação de qualidade por causa dos recursos e dos professores maravilhosos que temos. Muitas crianças da minha comunidade querem vir para cá. Temos transporte na ida e na volta da escola, recebemos comida e lanches e temos acesso à tecnologia. Nós também temos atividades fora da sala, como netball, voleibol, rugby e uma sessão para fazer a lição de casa. Na escola, faço parte da equipe de debate e toco trompete na banda”

         

        Nosiviwe está seguindo seu sonho de se tornar contadora. A Christel House ajuda crianças carentes como ela a superarem traumas físicos e psicológicos. Eles educam, alimentam e oferecem assistência médica, trabalhando o desenvolvimento da criança como um todo até o início da vida adulta. Nosso programa de aprendizado de jovens fornece tecnologia, fundos e voluntários à Christel House desde 2013.

         

        Saiba mais sobre a Christel House.


      • Alisha, 14

        Índia

        Futura astronauta

         

        "Eu perdi meu pai quando tinha 3 anos, e desde então minha mãe cuida de mim, da minha irmã e do meu irmão mais novo. Não a vejo muito, porque ela precisa trabalhar todos os dias. Nós ficamos em um orfanato. A vida nunca foi muito fácil para nós. O orfanato tem regras muito rígidas e é difícil estudar porque é sempre muito barulhento. Só consigo estudar à noite. Só podemos sair para ir à escola.

         

        "Mesmo tendo vivido muita coisa boa e ruim, isso não desanimou a trabalhar duro. Sou uma das melhores alunas da classe e adoro ler sobre novas teorias e fazer experimentos. Meus professores ajudam bastante e eu realmente gosto da minha educação.

         

        "Com o programa Digital Equalizer, nós estamos recebendo treinamento de habilidades de TI. No ano passado eu aprendi sobre MS Word e PowerPoint.

         

        "Minha ambição é ser astronauta, ter muito sucesso na vida e construir uma casa para minha mãe. Por hora, eu estou me preparando para meu exame de admissão em uma escola de crianças superdotadas, onde vou receber uma bolsa de estudos integral."

         

        A American India Foundation é parceira do programa de aprendizado de jovens da Dell desde 2009. Nós oferecemos apoio ao seu programa Digital Equalizer, que ajuda crianças e professores em escolas carentes por toda a Índia a unir o digital com a educação. Nosso apoio permite que o programa ofereça computadores, software, acesso à internet e treinamento a estudantes como a Alisha, para que possam desenvolver as habilidades necessárias à força de trabalho do século 21.

         

        Saiba mais sobre o programa Digital Equalizer.


      • Dakota, 12

        Estados Unidos

        Futura engenheira mecânica

         

        "Nossa família se mudou bastante. então fiquei bastante empolgado quando descobri o Boys & Girls Club na minha escola. Eles têm um programa chamado Double A STEM Academy, onde eu aprendo códigos usando o Scratch com os meus amigos. Eu até criei o código do meu próprio videogame!

         

        "Em STEM, nós usamos um sistema chamado Blocky. Ele deixa a codificação mais fácil porque você arrasta e solta os blocos para criar um programa. Eu quero aprender a digitar meu próprio código no JavaScript em breve. Quando não estou no Boys & Girls Club, eu participo do clube de robótica da minha escola e também toco violino.

         

        "Quando crescer, eu quero mudar o mundo criando novas tecnologias. Minha mãe sempre me ajuda e me encoraja a continuar aprendendo a codificar. Ela até fez um curso para aprender Python. Ela quem me inspirou a ser engenheiro mecânico."

         

        O Boys & Girls Club of America atende crianças economicamente desfavorecidas desde 1860. Nós trabalhamos com ele na região de Austin por meio de programas como o Double A STEM Academy, que ensina aos membros as habilidades profissionais do século 21, como coletar e analisar dados, conduzir investigações e pensamento computacional.

         

        Saiba mais sobre o Boys and Girls Clubs of America.

         

         

      • Nana, 11

        China

        Futura professora

         

        "Meus pais são trabalhadores migrantes. Como as outras escolas são muito caras, eu frequento a escola para filhos de trabalhadores migrantes. Usando os computadores da fundação eu tenho aprendido a usar o programa de codificação Scratch. Minha parte favorita do Scratch é o gatinho. Usando o código eu consigo vesti-lo e fazer com que ele aja de um jeito diferente.

         

        “Também estou aprendendo inglês no computador. Os computadores me ajudam a reconhecer os caracteres em inglês mais fácil, porque é como um jogo. Quando combino as palavras e as frases com personagens de desenhos, fica mais fácil de lembrar. Antes eu marcava de 70 a 80 pontos em 100 no meu teste de inglês. Agora eu acerto de 80 a 90 de 100.

         

        "No futuro, eu quero ser uma professora de chinês. Quero usar meus talentos e conhecimento para ensinar mais crianças, então elas podem ajudar mais as outras pessoas e o nosso país.”

         

        Cerca de três quartos das crianças da China entre 10 e 15 anos vivem em áreas rurais e em comunidades de migrantes nos subúrbios. Esses jovens enfrentam muitos obstáculos acadêmicos que seus colegas de áreas urbanas não enfrentam.

         

        Nosso trabalho com a China Youth Development Foundation e a iniciativa REAP da Stanford oferece ensino assistido por computador a alunos como Nana em escolas por toda a China.

         

        Saiba mais sobre nossa parceria e o programa REAP.


      • Mariana, 14

        Estados Unidos

        Futura médica

         

        “Minha mãe, meu pai, minha irmã caçula e eu moramos em um apartamento em Massachusetts. Mudamos para cá de El Salvador para que eu tivesse oportunidades de trabalhar e estudar. Um dos meus desafios é que ainda estou aprendendo inglês. Meus pais não falam inglês, então eu falo pela família inteira.

         

        “Meu avô caiu e quebrou os dois joelhos. Ele passou por cirurgia, mas a operação não ocorreu muito bem. Os médicos quiseram operar de novo, mas ele não quis porque era muito caro e doloroso. É por isso que quero ser médica.

         

        “Minha família me motiva a ser bem-sucedida e tentar o meu melhor todos os dias. Como estudante do 8º ano, gosto de cursar artes, ir para o clube Girls Who Code depois da aula, onde eu crio programas de computador, e participo do programa Citizen Schools. No futuro, me vejo como alguém que ama ajudar as outras pessoas e como um bom exemplo para todos.”

         

        O Citizen Schools tem como objetivo voltar a atenção dos jovens para o ensino médio e a faculdade, ao mesmo tempo em que desenvolve neles habilidades, crenças e contatos profissionais do século 21, dos quais eles precisarão para prosperar na economia moderna. O Citizen Schools começou sua relação com a EMC em 2008 e, como parte da nossa integração, tornou-se parceiro pelo programa de aprendizado para jovens da Dell em 2016.

         

        Na parceria atual, nós oferecemos estágios a 1.850 estudantes em todo os EUA com projetos de ciências aplicadas. Os voluntários da Dell e Dell EMC servem como palestrantes convidados e lideram alguns desses aprendizes, auxiliando os estudantes em uma ampla variedade de tópicos, incluindo engenharia elétrica e web design.

         

        Saiba mais sobre o Citizen Schools.



    •  

      Trabalho voluntário dos funcionários

       

      A Dell Technologies encoraja e apoia os membros da sua equipe em seus esforços de voluntariado.

    •  

      Ajuda em situações de desastres

       

      Compartilhar é sinal de carinho. Descubra como a Dell Technologies compartilha seus recursos em momentos de crise.